Muitas pessoas veem o empreendedorismo como uma saída para viver com mais independência e prosperidade. No entanto, abrir seu próprio negócio sempre terá um certa dose de risco — e em um mercado cheio de incertezas, nem sempre o empreendedor estará totalmente preparado.

Sonhar com o seu negócio próprio, mas não saber exatamente o que fazer e nem por onde começar é uma situação muito comum. Mas, como o empreendedor pode começar a sua jornada da melhor forma?

Boa parte do seu sucesso como empreendedor está ligado ao tipo de mercado em que você atua. Por isso, para começar com o pé direto, a dica é estudar todas as possibilidades do negócio — e junto com um bom estudo de viabilidade, escolher a mais promissora.

Para ajudar nessa tarefa, apresentamos neste artigo 5 ideias de negócios rentáveis e interessantes para quem quer começar sua jornada como empreendedor.

Conheça as características e vantagens de cada uma e descubra se alguma delas pode ser a alternativa certa para você!

1. Infoprodutos

O mercado online está em alta e uma das tendências de negócios mais interessantes do momento está no comércio de produtos 100% digitais como:

  • e-books;
  • cursos online;
  • conteúdos digitais em vídeo ou áudio;
  • guias, artigos, tutoriais e manuais explicativos.

Também conhecidos como infoprodutos, esse é um mercado que não para de crescer.

De um lado, as pessoas estão cada vez mais interessadas em buscar conhecimento e se capacitar profissionalmente por meio da internet. De outro, os produtores de conteúdo encontram no meio online uma forma mais prática e acessível para disponibilizar seu trabalho, já que para isso basta um computador e uma conexão à rede.

Segmente e automatize suas vendas

Por meio de ferramentas digitais é possível focar em um público específico e programar todo o ciclo de compra do seu cliente — desde o primeiro contato com o produto até a realização do pagamento. Isso otimiza seu esforço de marketing e vendas e agrega valor ao seu infoproduto.

Conheça os programas de afiliados

Mesmo quem não produz algum tipo de conteúdo pode ganhar dinheiro nesse mercado ao vender infoprodutos de outras pessoas como afiliado e receber uma comissão. Esse tipo de prática é benéfica para os dois lados e só ajuda a turbinar seu faturamento.

2. Serviços financeiros e pagamentos online

Com cada vez mais compras, vendas e demais transações acontecendo no ambiente digital, as empresas que apostam em soluções financeiras inovadoras vêm ganhando muito espaço no mercado.

Conhecidas como fintechs — termo que une finanças e tecnologia —, esse tipo de negócio utiliza tecnologia de ponta para atender a seus clientes de forma rápida, acessível e com o máximo de qualidade.

Entre os serviços oferecidos estão soluções de pagamento online, concessão de crédito, empréstimos, seguros, investimentos, financeirização para desbancarizados, entre outros.

Estude o setor

O Brasil possui um sistema financeiro bastante singular. Por um lado, isso afasta potenciais concorrentes do exterior, mas ao mesmo tempo demanda que o empreendedor conheça bem as particularidades do mercado.

Invista em infraestrutura e segurança

Um serviço financeiro online demanda um grande investimento em tecnologia — para processar, armazenar e garantir a segurança dos dados e das milhares de transações financeiras dos clientes.

3. Desenvolvimento de sotfwares e aplicativos

Com a tecnologia cada vez mais presente em nossas vidas, desenvolver softwares e aplicativos se tornou uma das opções de negócios rentáveis e atraentes para empreender e ganhar dinheiro.

As possibilidades para o desenvolvimento e uso desses programas são praticamente ilimitadas. Seja nos computadores, tablets, smartphones ou outros dispositivos, muitos empreendedores estão interessados nesse mercado.

Com os aplicativos, podemos realizar as mais variadas atividades, como interagir com pessoas, trabalhar, estudar, organizar nossa vida financeira, realizar compras e acessar diversos tipos de produtos e serviços.

Valide sua ideia com o público

Antes de começar a desenvolver seu produto, você precisa saber se alguém vai mesmo querer adquiri-lo. Afinal, do que adianta resolver uma demanda que ninguém tem? Para isso, é preciso estabelecer hipóteses, realizar pesquisas e apresentar o projeto às pessoas até obter a validação da sua ideia.

Aperfeiçoe seu produto constantemente

Mesmo com a validação do público, o seu produto deve ser testado constantemente. Crie um produto minimamente viável e, com o passar do tempo, vá lançando novas versões no mercado. Com os feedbacks coletados é possível aperfeiçoar cada vez mais a sua solução — tanto nos aspectos técnicos quanto no negócio em si.

4. Consultorias de marketing digital

As empresas estão cada vez mais presentes no meio virtual e, para se destacarem no meio de tanta informação, elas precisam de um bom serviço de marketing digital.

Com isso, uma consultoria de marketing digital poderá ser capaz de cuidar da presença online de uma empresa, aumentando a divulgação dos seus produtos e serviços, encontrando formas para captar e reter clientes e criando estratégias para se relacionar com seus consumidores por meio da internet.

Dentre as atividades realizadas pela consultoria de marketing digital estão:

  • planejamento estratégico de marketing digital;
  • planejamento de comunicação e conteúdo;
  • desenvolvimento de estratégias para otimização em buscadores;
  • gerenciamento de mídias sociais;
  • gerenciamento de anúncios digitais e publicidade online.

Analise a situação de cada cliente

A consultoria em marketing digital precisa ser pensada de acordo cada negócio, não importando se a empresa é pequena, média ou grande. Por isso, antes de começar o trabalho, é preciso se reunir com o cliente para entender sua situação atual e seus objetivos.

Use dados e métricas como base

Muitas vezes, o cliente não percebe imediatamente o resultado de uma consultoria digital. Por isso, tome como base sempre indicadores tangíveis que tenham relação com o marketing digital, como o aumento na conversão de vendas, por exemplo.

5. Franquias de factoring

O fomento comercial, também conhecido como factoring, está entre as atividades econômicas que mais crescem no Brasil.

Aproveitando a agilidade e a falta de burocracia, a atividade se baseia na antecipação de pagamentos para empresas, funcionando como se fosse um empréstimo.

A factoring repassa recursos para a empresa no curto prazo que, em troca, cede seus recebíveis futuros. Com isso, o empresário consegue vender a prazo e receber à vista, antecipando cheques, vendas do cartão de crédito, duplicatas e demais valores a receber.

Ou seja, as pequenas e micro empresas encontram a ajuda certa para captar recursos, fortalecer seu fluxo de caixa e continuar operando, enquanto as factorings se colocam como mais uma alternativa de crédito empresarial em um setor dominado por grandes bancos e financeiras. Ou seja, são negócios rentáveis.

Adquirir uma franquia de factoring é uma excelente escolha para empreender no setor. Com o apoio permanente da franqueadora, o empreendedor recebe o negócio completamente modelado e pronto para operar, além de contar com o todo know-how de quem realmente entende do assunto.

Se você tem o sonho de se tornar um empreendedor de sucesso, não fique parado e corra atrás do seu objetivo. Para isso, não se esqueça da importância de se planejar sempre e estimular seu conhecimento — seja por meio de cursos, de leituras e de networking.

Agora que já descobriu 5 tendências de negócios rentáveis e atrativos, avalie a alternativa com a qual mais se identificou e busque mais informações sobre o mercado em questão. Quem sabe esse não será o seu próximo empreendimento?

Quer saber mais sobre as franquias de factoring? Assine a nossa newsletter e confira em primeira mão as principais novidades e conteúdos exclusivos sobre o setor. Tudo diretamente em seu e-mail!