Há um tempo, se você perguntasse para qualquer pessoa com interesse em investir dinheiro qual seria a melhor opção, certamente ela diria: a poupança. Felizmente, esse cenário mudou e os investidores se deram conta de que existem opções mais vantajosas para realizar investimentos para o futuro.

Apesar de ser uma alternativa bastante segura, a poupança não é tão rentável. Isso faz com que ela perca sua atratividade no mercado. Por essa razão, separamos para você 8 dos melhores investimentos para o futuro.

Quer conferir como garantir o melhor investimento para aplicar na vida da sua família e na sua? Confira este post até o final!

Por que planejar o seu futuro?

Planejar o seu futuro financeiro é uma forma de criar um ambiente seguro para a sua família e para você mesmo. Seja para aplicar em um novo negócio, para enfrentar uma crise econômica, para se aposentar com tranquilidade ou mesmo investir na educação dos seus filhos, um planejamento é sempre uma ótima ideia.

Além disso, fazer uma projeção de onde você quer chegar, com base nos recursos que você já possui, permitirá que você saiba exatamente quando e quanto investir em curto, médio e longo prazo. Isso pode poupar você de muitas preocupações!

Qual a contribuição dos investimentos para o futuro?

Você tem total liberdade para escolher o objetivo final dos seus investimentos. Inclusive, se quiser investir apenas para construir uma reserva financeira. No entanto, elencamos algumas das principais contribuições de bons investimentos para o futuro.

1. Padrão de vida

A sua aposentadoria pode significar uma redução significativa de despesas. Especialmente em relação aos gastos com a família, educação dos filhos e outros consumos. Contudo, outras contas aumentam, seja para os cuidados pessoais, médicos ou até mesmo alimentação.

Dessa forma, é importante se prevenir com uma renda complementar que garanta, pelo menos, a manutenção do seu padrão de qualidade de vida atual. Portanto, uma aposentadoria convencional pode tranquilamente ser complementada com rendimentos das suas aplicações.

2. Realização de sonhos

Você não quer esperar a sua vida passar sem ter a oportunidade de conhecer lugares incríveis e viver experiências únicas, não é mesmo? Além disso, sempre surge algum curso, palestra ou evento interessante do qual você vai querer fazer parte.

Esses e outros sonhos exigem certa reserva financeira. Investir o seu dinheiro é uma forma de fazer ele multiplicar até que você encontre a oportunidade ideal de utilizá-lo.

3. Cuidado com a família

Como já foi citado, cuidar da sua família pode ser um bom motivo para investir. Uma reserva de capital é algo indispensável. Aplicar essa reserva e fazer com que ela gere rentabilidade é um modo inteligente de lidar com o seu dinheiro.

Portanto, seja para enfrentar quaisquer imprevistos ou para incluir atividades que não estavam nos planos, invista o seu dinheiro.

Quais são as melhores opções?

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um ambiente virtual, uma plataforma, em que são negociados os títulos públicos. Essa é uma forma de emprestar dinheiro ao governo e receber juros em troca, pelo tempo de aplicação.

O risco desse investimento é baixo, praticamente se igualando ao da poupança. Portanto, se você quer investir com segurança, o tesouro é uma ótima opção. No entanto, sua rentabilidade não é tão alta quanto a de outras modalidades.

Entre os principais títulos negociados estão:

  • tesouro prefixado — a taxa de juros é fixada na data da compra, implicando num valor exato para o montante a ser resgatado no final do investimento;

  • tesouro SELIC — os rendimentos variam de acordo com a alteração da Taxa Selic, responsável por regular a economia brasileira;

  • tesouro IPCA+ — mesmo caso do item anterior, porém, em vez de ter a taxa fixada à Selic, ela é fixada à variação do Índice de Preços ao Consumidor (IPCA).

CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um empréstimo realizado por pessoas físicas aos bancos. Em troca, você, como investidor, receberá os rendimentos pelo valor aplicado.

Geralmente, os juros de CDB são pós-fixados e variam de acordo com uma média diária das taxas de negociação entre os bancos. Além de ser um investimento seguro, é bastante rentável. Em algumas instituições, as aplicações podem chegar a render o dobro da poupança.

Mercado imobiliário

Investir no mercado imobiliário é uma ótima oportunidade. Não é de hoje que os valores dos imóveis vêm subindo. Esse é um indicativo forte dos benefícios desse investimento. Seja para comprar e vender imóveis (assumindo um risco maior) ou investir em fundos imobiliários, é uma boa opção.

Quem optar por comprar, pode ainda alugar o imóvel ou simplesmente disponibilizá-lo para os filhos no futuro.

LCI e LCA

Semelhantes ao Tesouro Direto (que financia o governo) e aos CDBs (que financiam os bancos), as Letras de Crédito Imobiliário e as Letras de Crédito do Agronegócio também servem para financiar o mercado. Nesse caso, as LCIs financiam o mercado imobiliário, enquanto as LCAs, o agronegócio.

Seu rendimento costuma ser, inclusive, mais alto que o do CDB. No entanto, é importante manter-se atento, pois cada instituição usa uma estratégia diferente de aplicação. Essa é uma opção igualmente segura, já que é garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Para estimular esse tipo de investimento, o governo isentou o imposto de renda para essas aplicações. Porém, investir nelas exige um aporte financeiro um pouco maior.

Fundos de renda fixa

Essa é uma forma de investir em ativos diversificados a partir de aportes menores. Para isso, um administrador reúne os recursos de um grupo de investidores de determinado perfil e os aplica com base nas determinações de um estatuto.

Dessa forma, você conta com um profissional especialista realizando as operações. Isso significa uma carteira de investimentos diversificada e, por consequência, segura e rentável. Isso, é claro, cedendo uma taxa de administração para a empresa.

Previdência privada

A previdência privada é uma alternativa para quem busca aplicações para o futuro. Nesse caso, o objetivo é exclusivamente complementar a renda gerada pela Previdência Social. Seus planos podem ser contratados em duas modalidades:

  • Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) — mais indicado para quem faz a declaração completa de IR.

  • Vida Gerador Benefício Livre (VGBL) — só cobra imposto sobre os rendimentos, com a possibilidade de exercer a tributação regressiva.

Nesse tipo de investimento, é muito importante ficar atento às taxas exercidas. Em alguns casos, elas podem afetar boa parte do investimento.

Bolsa de valores

A bolsa é ideal para quem busca rendimentos maiores e não se importa em correr riscos. Nela, existe a opção de investir por meio de fundos ou simplesmente se cadastrar por uma corretora e negociar as ações na Bovespa.

Em geral, as ações estão divididas entre preferenciais (PN) e ordinárias (ON). A primeira não gera muito poder de participação na empresa, mas gera rendimentos melhores. A segunda, dá maior oportunidade de participar nas decisões empresariais.

Franquias

A franquia é uma forma de investir seu dinheiro em algo mais dinâmico, em que você mesmo possa atuar nos resultados. Pode não ser um método tão convencional, como os anteriores, mas é muito mais rentável.

Em geral, os sistemas de franquias são pensados para gerar maior segurança de mercado para o franqueado. Isso significa que você contará com apoio na implementação do negócio, na sua gestão e na preparação para atuar.

Além disso, a franquia gera a você uma credibilidade expressiva, que é inerente à marca da rede. Portanto, apesar de se tratar de uma aplicação mais elevada, ela é capaz de gerar um retorno financeiro mais atrativo e uma oportunidade de atuar ativamente no mercado, garantindo o seu futuro.

Agora que você já sabe como proteger financeiramente a sua família com investimentos para o futuro, é importante aplicar seu tempo para aperfeiçoar os seus conhecimentos. Então, que tal assinar nossa newsletter e receber todos os nossos conteúdos diretamente no seu e-mail?