Empreender significa, muitas vezes, enfrentar desafios. E continuar com a gestão financeira da empresa em dia é um deles: com a economia brasileira ainda sofrendo os efeitos da crise, os empreendedores precisam de alternativas para manter o capital de giro.

Neste contexto, saber o que é fomento comercial ou factoring pode ser bastante útil. Por se tratar de uma modalidade de antecipação de recebíveis, a burocracia é menor, o que torna tal opção muito atrativa para micro, pequenas e médias empresas.

Quer entender melhor as características do fomento e suas vantagens? Continue a leitura!

O que é fomento comercial?

O fomento comercial, também conhecido como fomento mercantil e factoring, é um serviço de antecipação de recebíveis por meio da aquisição de títulos de crédito. Nele, uma instituição comercial paga à vista por vendas que a empresa fez a prazo. Desta forma, o empreendedor recebe os recursos mais rapidamente.

Funcionamento

O processo de fomento funciona em quatro etapas principais. A primeira delas é o cadastro da empresa.

Com as informações em mãos, é feita uma avaliação do perfil de crédito da companhia. Essa fase é mais simples quando comparada à análise de empréstimos. São sempre três figuras envolvidas:

  • factoring: instituição comercial que adquire títulos e antecipa o recebimento para a empresa;
  • cedente: instituição que cede títulos para receber o adiantamento do valor das vendas;
  • sacado: cliente que fez a compra a prazo e é o responsável por honrar o pagamento.

Na 2ª etapa, a empresa encaminha os títulos a serem antecipados. Esse envio pode ocorrer por e-mail ou, até mesmo, pelo site da factoring. Na 3ª fase, é feita a proposta de fomento, com todos os custos envolvidos na operação para o empreendedor avaliar as condições.

Essa proposta terá o diferencial ou fator de compra, que é a diferença entre o valor da venda executada e a quantia oferecida no fomento. Seu cálculo é sempre baseado nos tributos incidentes, como PIS, Cofins, Contribuição Social sobre o Lucro Líquido e Imposto de Renda. 

Os custos fixos, variáveis e de oportunidade também são avaliados, assim como o fator de risco. Por fim, na 4ª etapa, o empreendedor assina um contrato para autorizar o recebimento antecipado. 

Quais são os tipos e as modalidades de fomento?

O fomento comercial pode ser dividido entre dois tipos: com e sem recursos. No primeiro caso, se o cliente devedor não honrar o título, a empresa tem a obrigação de reembolsar o valor antecipado. No segundo, a factoring assume o risco de inadimplência.

A seguir, saiba mais sobre as modalidades de fomento:

Convencional 

O fomento (ou factoring) convencional é a modalidade mais comum. Ela é caracterizada pela compra de títulos com o adiantamento de um valor acordado. Essa operação é firmada em um contrato, sendo a mais simples dentre as opções disponíveis.

Matéria-prima

Já o fomento matéria-prima agrega mais serviços da factoring, que opera como intermediária da empresa com os fornecedores. Ela paga os fornecedores à vista e recebe, posteriormente, o valor correspondente a essa compra acrescido do lucro obtido com a transformação dos insumos.

Exportação

Para as empresas que exportam bens ou serviços, há o fomento exportação. O primeiro passo é a solicitação de recursos, pela exportadora, para uma factoring local — que, por sua vez, contrata uma instituição de fomento no país importador. A responsabilidade de analisar o perfil do cliente importador fica com a companhia de fomento parceira.

Quando o cliente importador é aprovado, a empresa parceira assume o risco pelo fomento e transfere os recursos para a factoring do exportador. Então, ela antecipa o recebimento para a empresa exportadora, após descontar todas as taxas acertadas para a operação.

Maturity

Existe, ainda, a modalidade de fomento maturity, na qual a factoring faz toda a cobrança dos títulos a receber da empresa. Essa é uma opção para os empreendedores que não têm tempo ou não querem se preocupar com a cobrança de clientes.

Trustee

Na modalidade trustee, há uma combinação entre as características do fomento convencional e do maturity. Nela, além de cobrar os clientes, a factoring compra títulos e oferece consultoria administrativa e financeira para a empresa fazer a gestão.

Como saber se a empresa pode usá-lo? 

A etapa que permite saber se a empresa pode ou não usar o fomento comercial é a análise de crédito. Depois disso, a modalidade mais adequada será definida de acordo com as necessidades da companhia e as características das operações de venda ou compra de matéria-prima.

Alguns indicadores de que o factoring é uma opção para a empresa são:

  • dificuldade de honrar obrigações financeiras;
  • falta de recursos para adequar o fluxo de caixa, mesmo que apenas por alguns dias;
  • excesso de burocracia na gestão dos títulos a receber e das contas a pagar;
  • pagamento de juros e taxas altas por serviços bancários.

Quais são as vantagens e os riscos?

Além de liberar recursos para o capital de giro por meio da antecipação de títulos, o fomento tem como principais vantagens:

  • diminuir a burocracia na gestão de contas a receber;
  • reduzir as despesas com juros e taxas bancárias.

É possível transferir a cobrança e até o risco de inadimplência, a depender da modalidade escolhida. No entanto, a empresa precisa zelar pela boa gestão financeira e usar os recursos antecipados para pagar as contas em dia, mantendo ou ampliando o capital de giro. Fazer uma avaliação criteriosa de clientes é outra recomendação para reduzir riscos.

Com esses cuidados, o factoring é um importante aliado para o crescimento das empresas, principalmente no segmento de micro, pequeno e médio porte. É esse grupo de empresários que, em meio aos desafios da economia brasileira, tem mais flexibilidade para adaptar-se e explorar nichos com demanda em crescimento.

No entanto, esse mesmo grupo de empreendedores é o que enfrenta mais restrições para obter recursos junto aos bancos e, quando consegue, paga caro. Por isso, o fomento comercial está crescendo no país, já que oferece recursos de forma rápida, segura e a um custo competitivo para as empresas.

Gostou de saber o que é fomento comercial e como ele pode ajudar empreendedores? Assine nossa newsletter para receber informações sobre gestão e oportunidades de negócio diretamente em sua caixa de entrada.